terça-feira, 19 de julho de 2011

CURA DUMA MULHER PARALÍTICA.
Lucas -13 CAP. 10
Ensinava no sábado, numa das sinagogas.
E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito.
anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se.
E, vendo a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: mulher, estás livre de tua enfermidade.
E, pois as mãos sobre ela, e logo se endireitaram, e glorificou a Deus.
E tomando a palavra o príncipe da sinagoga indignado por que Jesus curava no sábado, disse a
multidão; seis dias há em que é mister trabalhar; estes vinde para que sereis curados, e não no dia
de sábado. Respondeu porem, o Senhor: Hipócrita, no sábado não desprende, da manjedoura.
Cada um seu boi, ou o seu jumento e não o leva a beber? E não convinha soltar desta prisão no dia de sábado, esta filha de Abraão, a que há dezoito anos estava presa a este espírito de enfermidade.

Satanás tinha pressa.
Porque curar era considerado um trabalho? Os líderes religiosos viam a cura como um atributo daqueles que praticavam a medicina. E exercer a profissão como médico aos sábados era
um trabalho profissional, portanto não era permitido curar um enfermo aos sábados por ser contra
a lei. Analisem a hipocrisia, se alguém morresse na sexta feira, não poderia ser sepultado no sábado
pois era contra a lei. Vamos supor que um fariseu morresse afogado numa sexta feira pela
madrugada só poderia ser enterrado no domingo, ( que dificuldade para os que guardavam o corpo)
Quem se apega a guardar o sábado como lei, certamente terá que cumprir todos os mandamentos da
lei porque se faz réu sendo por ela julgado. Nós não vivemos mais sob o jugo da lei, porque dela
estamos libertos ( pois nenhum homem conseguiu cumprir a lei) pela morte de Jesus, nos tirando do
jugo da lei nos levando ao período da graça onde obtemos a salvação de nossas almas tendo o perdão
de nossos pecados, perdão que nos é dado pelo nosso arrependimento e pelo clamor pelo sangue de
de Jesus, (daquele mesmo que pelos fariseus foi condenado, curando a mulher paralítica ).
Queremos nós viver sob o jugo da lei, e pela mesma ser julgados, ou aceitar crendo que pelo sangue
inocente de Jesus podermos chegar a vida eterna, e assim salvos para todo sempre.
Para os fariseus seria possível tirar uma ovelha que caísse num posso sem ser contra a Lei?
É muito fácil obtermos a resposta! ( eles se escondiam na sombra da lei) A morte da ovelha causaria
um prejuízo material que para eles seria difícil suportar, porque, os deixaria mais pobres.
Diminuindo seus momentos de glória e prazeres durante a sua vida terrena.
O líder da sinagoga não conseguia ver alem da lei,
Não era possível ver a compaixão de Jesus a curar a mulher paralítica, Jesus envergonhou os líderes
religiosos, revelando as hipocrisias.
das palavras e ações deles, pois cuidavam de seus animais, e
recusaram-se, a regozijar-se, quando um ser humano foi liberto da escravidão de satanás.
Os fariseus escondiam-se atrás das leis, que eles exigiam do povo, mas que mesmos não cumpriam
Com Jesus foi abolida a lei, e passamos a viver o período da graça.
o sábado para nos é o dia de descanso como qualquer outro dia, porque todos os dias descansamos
em Jesus, pois ele é nosso descanso, e o será para sempre.
Todos crêem que Jesus é o nosso salvador, pois só ele conseguiu vencer os pecados do mundo
morrendo pelos nossos pecados. Como só um inocente poderia pagar pelos nossos pecados, não era
possível que ele tivesse pecado.
Assim sendo: os fariseus não poderiam condenar a Jesus, imputando-lhe como pecado curar no
sábado.
A bíblia nos faz menção de sete curas de Jesus no dia de sábado:
Jesus expulsou o demônio de um homem....................................Marcos- 1 – 21ª 28.
Jesus curou a sogra de Pedro........................................................Marcos 1 -29 a 31
Jesus curou um paralítico no tanque de Betesda...........................João 5 – 1 a 18
Jesus curou um homem que tinha uma das mãos mirrada... Marcos – 3- 1 a 6.
Jesus restaurou a saúde de uma mulher encurvada. Lucas - 13 –10 a 17.
Jesus curou um homem hidrópico. Lucas - 14 – 1 a 6.
Jesus curou um homem cego de nascença. João - 9 - 1 a 16.
Assim como os fariseus achavam na sombra da lei, uma maneira de acusar Jesus;
Nós também podemos nos esconder atrás de muitos trechos bíblicos, dando-lhes um duplo sentido
deixando a revelação de lado, e assim interpretarmos pela nossa conveniência para obtermos meios
anti bíblicos para subjugar o povo a doar aquilo que lhes faz falta a sua própria subsistência.
Nós não queremos viver sob o jugo da lei, porque não conseguiremos cumpri-la.
queremos, sim,usufruir do período da graça, porque sabemos que se nos arrependermos de nossos
pecados e invocarmos o perdão pelo poder que há no sangue de Jesus crendo em seu poder,
certamente receberemos a vida eterna.
o que nos valem todas as beneficências do mundo e perdermos nossa alma?
Não permita que aqueles que são pecadores iguais a você venham a te julgar, porque não lhes cabe
fazê-lo, pois o próprio Jesus se manifestou dizendo: Que não veio ao mundo para julgá-lo, mas sim
para salva-lo.
A nossa condenação ou absolvição pertence a Deus Pai, o supremo juiz ao qual seremos apresentados por aquele que pelo homem foi condenado crucificado e morto, mas que ao terceiro dia ressuscitou, e hoje está junto ao Pai a preparar o reino eterno para aqueles que nele crêem e
vencerem o mundo.

AMÉM SENHOR JESUS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário